1 de fev de 2012

Rio + 20, Sustentabilidade, e o Parque Tizo.

Rio + 20 será a Conferência pelo meio ambiente no Rio de Janeiro (Brasil), de 20 à 22 de junho 2012. Há 20 anos aconteceu este mesmo evento, em 1992, também no Rio de Janeiro.

O objetivo dessa Conferência é garantir um compromisso político renovado para o desenvolvimento sustentável, avaliar o progresso alcançado e as lacunas ainda existentes na implementação dos resultados dos grandes encontros ocorridos. Além disso, discutir novas formas de como enfrentar os emergentes desafios dos dias atuais. (tradução nossa).

Quanto ao Parque Tizo, lembra do Decreto assinado pelo Governo do Estado, GERALDO ALCKMIN em 27 de março de 2006?

Na época, os alunos, professores e funcionários da EMEF Teófilo Benedito Ottoni, juntamente com a comunidade de amigos do bairro do Parque Ipê ficaram felizes e satisfeitos com a decisão sobre a preservação da Mata Atlântica e a construção do Parque Tizo.

Este Decreto de nº 50.597, em seu Artigo 2º diz o seguinte:

O Parque Urbano de Conservação Ambiental e Lazer de que trata este decreto terá as seguintes finalidades:

I - proteção dos remanescentes de mata atlântica, admitido o manejo da vegetação com o objetivo de assegurar a manutenção dos processos ecológicos;

II - realização de pesquisa científica e capacitação técnica visando orientar a proteção de remanescentes de vegetação nativa em áreas urbanas e peri-urbanas e a formação de corredores regionais de biodiversidade;

III - realização de atividades de educação ambiental visando difundir conceitos e estimular a adoção de práticas para a conservação ambiental, o uso sustentável de recursos naturais, a minimização e adequação da destinação de resíduos e efluentes;

IV - uso público para atividades culturais e educacionais, recreação e lazer, condicionado à observância do inciso I deste artigo.
Paragráfo único - A implantação de infra-estrutura e edificações na área deverá limitar-se às intervenções necessárias ao desenvolvimento de atividades relacionadas às finalidades previstas neste decreto.

Então pessoal, seis anos passaram, e nada de parque ecológico, nada de atividades sobre educação ambiental, nada de formação de pessoas para a conservação ambiental e uso sustentável dos recursos naturais, nada de construção de parque? Nada... Será que não está na hora da escola e comunidade começarem o movimento em prol dessa construção? Afinal, o Decreto foi assinado por conta do movimento da escola e comunidade. Portanto, temos muita força perante à boa vontade dos governantes. Vamos começar?
Quem gostaria de ir ao Rio + 20 contar e defender essa causa desafiadora?
Conforme a ONU (Organização das Nações Unidas), desenvolvimento sustentável enfatiza uma abordagem holística, eqüitativa, e clarividente à tomada de decisões em todos os níveis. Apóia-se na integração equilibrada dos objetivos sociais, econômicos e ambientais. Portanto, o compromisso e cuidado com as questões ambientais é de todos! (Por Josete Zimmer).
Vinte Anos Depois... Rio + 20

2 comentários:

  1. Olá Todos!
    Penso que deveriamos continuar na luta, começar não é bem a palavra... pois todos esses anos continuamos participando pela implantação do parque. Cássia

    ResponderExcluir
  2. Oi Cassia!
    Eu entendo você! Acho que precisamos de mais pessoas que pensem dessa forma. É uma pena ter que recomeçar sempre! Mas, na escola é assim mesmo! Felizmente encontramos alunos e professores que estão a fim de realizar algo diferente, inovador... Lembre-se dos nossos ex alunos, o Denilton, por exemplo, já virou um pesquisador na área acadêmica! Tem também a Juliana Barcelos que já está na área, entre outros. E tudo começou com a integração da informática com os projetos da escola. Viu só?Abraço,
    Josete

    ResponderExcluir

Obrigada por nos visitar! Será um prazer ler o seu comentário.Volte sempre!

Nosso projeto no II Webcurrículo da PUC/SP

A Educação tem sentido...

“A educação tem sentido porque o mundo não é necessariamente isto ou aquilo, porque os seres humanos são tão projetos quanto podem ter projetos para o mundo. A educação tem sentido porque mulheres e homens aprenderam que é aprendendo que se fazem e se refazem, porque mulheres e homens se puderam assumir como seres capazes de saber, de saber que sabem, de saber que não sabem. De saber melhor o que já sabem, de saber o que ainda não sabem. A educação tem sentido porque, para serem, mulheres e homens precisam de estar sendo. Se mulheres e homens simplesmente fossem não haveria porque se falar em educação.”

Paulo Freire (2000, Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros, p. 40).

MATA ATLÂNTICA: Caminhos para Conservação

Encontrei esse vídeo na TV Meio Ambiente e uma série de outros que indicam caminhos para conservação da Mata atlântica na cidade de São Paulo. Embora ainda não esteja incluso o Parque Tizo, que é um fragmento de Mata Atlântica na Zona Oeste de São Paulo, estes aqui trazem muito conteúdo.

Para a galera do Futebol

Sobre o Conhecimento

"O conhecimento é o que cada indivíduo constrói como produto do processamento, da interpretação, da compreensão da informação."

José Armando Valente

Metodologia de Trabalho Online

Salve a Floresta

Vídeo Carta da Terra

Hora Certa

Para compartilhar em outras redes